Google+ Revista do Ativismo LGBTT divulga lista de ódio atualizada e inclui a Presidenta Dilma e vários líderes evangélicos - Rabiscos de Deus - Romance de Aluisio Nogueira

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Revista do Ativismo LGBTT divulga lista de ódio atualizada e inclui a Presidenta Dilma e vários líderes evangélicos

   
Ativismo gay divulga lista de ódio: 

Os ativistas seguem sua agenda, a Agenda Gay, que orienta, entre outras coisas, a propagação dos nomes de seus "Inimigos", ou inimigos do movimento LGBTT.
Publicação voltada para o público homossexual no Brasil, Lado A, divulga anualmente uma lista com dez nomes de pessoas consideradas “inimigos públicos” do movimento gay no país. Este ano, a mesma é formada em sua maioria por cristãos, entre eles o pastor Silas Malafaia.

A presidente Dilma Rousseff também aparece, por desagradar a diversos setores sociais. Se por um lado,
os políticos evangélicos se queixam de seu governo estimular e patrocinar a militância homossexual, pelo outro lado os ativistas gays a veem como inimiga por não autorizar o “kit gay” nas escolas.

Confira a lista:
Presidente Dilma Rousseff (PT): A lista de queixas dos ativistas gays com a presidente é extensa: “Não dirigiu palavra aos homossexuais desde que assumiu seu mandato e parece ignorar o cotidiano de homossexuais no país [...] Ao vetar o projeto Escola sem Homofobia, em 2011, a presidenta deixou claro que seu governo não faria propaganda de opção sexual que fosse. Dilma também não se manifestou com as decisões favoráveis aos gays da Justiça Brasileira, ou contra políticos homofóbicos”.

Pr. Silas Malafaia: a referência ao líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) se estende às suas declarações. Segundo a publicação: “Um dos pastores evangélicos mais ricos do país, Silas Malafaia adora usar o tema da homossexualidade para se projetar. Fã do termo ‘ditadura gay’, psicólogo por formação, é a favor do projeto de cura gay. Aliás, ele mesmo defende que a homossexualidade é um comportamento que pode ser modificado”.

Senador Magno Malta (PR/ES): Tido como “velho conhecido” da lista, o senador capixaba é apontado como alguém que é inimigo do movimento homossexual pois “se manifesta contra o casamento gay e prometeu mover ação de inconstitucionalidade contra o STF e o CNJ por causa do casamento gay”.
Dep. federal João Campos (PSDB/GO): Foi lembrado pelo mais polêmico de seus projetos: “Este tucano é autor do Decreto Legislativo PDC 234/11, que visa suspender artigos de resolução (Resolução 1/99) do Conselho Federal de Psicologia que proíbem psicólogos de propor tratamento da homossexualidade, o chamado ‘cura gay’”.

Pr. e Dep. federal Marco Feliciano (PSC/SP): A publicação diz que o deputado é “dono de sua própria rede de igrejas” e “conhecido por suas declarações racistas e homofóbicas”. Feliciano já esteve em listas anteriores da revista, e afirma que o pastor “galgou a presidência da Comissão de Direitos Humanos na Câmara para pregar sua fé e defender projetos como o da ‘cura gay’ e a derrubada da decisão do Conselho Nacional de Justiça que permitiu o casamento gay em todo o país”. Segundo a Lado A, Marco Feliciano seria o autor de um projeto para a criação do “Dia do Orgulho Hétero”.

Dep. federal Jair Bolsonaro (PP/RJ): é classificado como o “autor de termos como ‘Ditadura Gay’ e ‘Cartilha gay’” e suas frases foram o principal mote de sua indicação, segundo a revista: “Ele quem começou toda esta onda de usar a mídia com declarações homofóbicas para se auto promover. Apesar de discreto nos últimos tempos, ele e seus filhos, um é vereador e outro deputado no Rio, não perdem uma chance de fazer chacota com homossexuais e a posar de macho alpha”, diz o texto.

Dep. federal Anthony Garotinho (PR/RJ): A atuação do ex-governador na questão do chamado “kit gay” foi alvo da ira dos ativistas gays: “Chegou a chantagear o governo federal para a retirada do Kit Escola Sem Homofobia, causando uma crise no governo. O kit foi retirado e até hoje as escolas não possuem um programa de combate a discriminação e ao bullying. O deputado vota contra todo projeto de lei a favor da comunidade gay e articula com a bancada evangélica as ações, mas não coloca mais a cara à frente na maioria das vezes, já que tem ambições políticas grandes”.

Marisa Lobo, psicóloga: integra a lista por defende publicamente a “reversão da homossexualidade”. A publicação diz que a psicóloga “afirmou que não considera a homossexualidade normal”.

Joelma Mendes, da Banda Calypso: A cantora, declaradamente evangélica, foi incluída por suas declarações contrárias ao casamento gay: “Disse que conhece pessoas que deixaram de ser homossexuais, mas que a recuperação era como a de drogados, e que a Bíblia diz que não é correto ser gay”.

Emerson Eduardo Rodrigues Setim, blogueiro: foi condenado por crimes de ódio e preconceito, e foi indicado por ser um dos autores de um blog que, segundo a revista, “defendia a pedofilia, estupro de lésbicas, e outros pensamentos racistas e homofóbicos”.
Deixe o seu comentário.

A conhecida "Agenda Gay" orienta os ativistas a "rotular" os contrários. Por isso, é prática do movimento divulgar essas listas ANUALMENTE.  

OPINIÂO: O Movimento LGBTT tem todo o direito de reivindicar direitos iguais. É legitimo numa democracia a busca por representatividade. Porém, o Movimento LGBTT se utiliza de práticas pouco ortodoxas quanto a democracia, pois não costumam aceitar o pensamento livre, ou diferente aos seus padrões. Além disso, as reivindicações dos ativistas extrapolam o Estado Democrático de Direito quando sugerem privilégios não aplicados a nenhum cidadão brasileiro, como, por exemplo, as COTAS em concursos Públicos e Universidades e pós graduação, ou mesmo a gratuidade de cirurgia de mudança de sexo pelo SUS e o que é considerado o mais absurdo: Que crimes sexuais cometidos por Gays, corram em segredo de justiça, praticamente liberando a pedofilia no país.

A Constituição Brasileira, em seu artigo 5º, garante que todo cidadão é igual perante a Lei. Exigir privilégios não é um direito, pelo contrário, entretanto, o movimento não divulga sua agenda publicamente, mas concentra suas atividades em questões aceitas pela comunidade com maior facilidade, como o casamento gay ou proteção contra a violência ou homofobia, porém, não define corretamente o termo homofobia, dando margem a calar qualquer um que, na prática, discorde dos privilégios ou tenha opinião diferente ao estabelecido pelo Movimento LGBTT.

Afora essas questões, o Movimento LGBTT é legitimo! Deve respeitar a democracia, que implica, sempre, na vontade da maioria, e jamais, na imposição de ideias de grupos, sejam eles quais forem, religiosos ou liberais. 

O Governo deve governar para a maioria, numa democracia, e proteger as minorias com a Lei. Todo preconceito, desrespeito e violência deve ser combatido, porém, é preciso alinhar e definir essas questões para que não se estabeleça uma Ditadura de Opinião, impedindo o livre pensamento e a liberdade de expressão, como sugere projetos defendidos pela comunidade Gay.

É preciso alcançar o equilíbrio e evitar o ódio que é pernicioso e jamais levará a uma solução! É preciso mudar a postura, tanto os religiosos, quanto os Ativistas LGBTT, o que estamos longe, já que o movimento é hostil com quem discorda de suas posições, acusam quem quer que seja de Homofóbico, isso deve acabar! Ser retirada das orientações da Agenda Gay, pois não existe crime de opinião. Que prevaleça o Bom Senso de cada uma das partes, é o que a sociedade brasileira espera, afinal, ninguém quer pagar essa conta!
Fonte: GM via Verdadegospel
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros - Divulgadores - Blogs Femininos

Os melhores links FEMININOS Colmeia: O melhor dos blogs Tedioso: Os melhores links Linkerama: Os melhores blogs da Internet estão aqui! Seus links em um só lugar! Fake - O agregador de links mais Original da Net EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Tecnogospel: Os melhores links evangélicos Clic+ Os Melhores Links da Internet para Você LinkLog Linka Blog Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Permissões

Você está autorizado a reproduzir e divulgar este material em qualquer formato, desde que informe o autor e a fonte, inclusive o nosso blog, sem alterar o conteúdo da matéria original e não utilizar para fins comerciais.

Importante

As opiniões e noticiais aqui divulgadas não refletem necessariamente nossa opinião. Por essa razão, as matérias polêmicas acompanham nossa opinião ao final da matéria. Nós divulgamos as notícias de forma imparcial, com o objetivo de que o leitor tire suas conclusões, porém, deixamos clara nossa posição pelo Genuíno Evangelho de Cristo.

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Seguir

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Recomendamos