Google+ Justiça interdita a TelexFree em todo o Brasil - Rabiscos de Deus - Romance de Aluisio Nogueira

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Justiça interdita a TelexFree em todo o Brasil





Manifestantes pedem desbloqueio da empresa.
Telexfree continua impedida pela Justiça de operar no Brasil.





Equipes de divulgadores da Telexfree reuniram-se em frente ao prédio do Ministério Público do Acre, nesta quarta-feira (16), para protestar contra decisão da Justiça que impede a empresa de fazer novos cadastros e efetuar os pagamentos dos divulgadores. Com cartazes nas mãos, os manifestantes fecharam a rua Marechal Deodoro, dificultando o trânsito no centro de Rio Branco.

O motorista e divulgador Eudes Lima participava do protesto. Ele conta que investiu na Telexfree, há um mês, todo o dinheiro que tinha na poupança. O investimento seria para custear a faculdade da filha, que termina o Ensino Médio este ano. “A gente não pode ficar nessa situação. Todos no prejuízo. Cada um faz do seu dinheiro o que bem entende. Não é justa essa proibição”, diz.

Em janeiro deste ano, Clebson Fernandes investiu 60% de seu patrimônio, cerca de R$ 55 mil. “Tive que vender bens meus para investir”, diz. Em meio ao protesto ele fez alguns questionamentos. “A Telexfree trabalha com 40 países, por que só no Brasil é proibido? A empresa pagou mais R$ 60 milhões em impostos ao país. Onde está a ilegalidade?”, pergunta.

Fonte: Pavablog - Ver reportagem completa Clique aqui

Saiba mais:

 NOTA: Essa matéria é contestada por participantes da empresa e cadastrados, porém, meu papel é informar e passar a nota dada na Imprensa!   Você tire suas conclusões Redação do blog

Fato é que a "Grande Imprensa" ainda não noticiou!



 "Ministério Público do Acre, por intermédio da Promotoria de Defesa do Consumidor e Promotoria de Defesa dos Direitos Humanos, foi o autor da medida cautelar preparatória de ação civil pública contra a Telexfree"





Jornal GGN - A Ympactus Comercial Ltda, conhecida pelo Brasil como Telexfreee, está interditada judicialmente em todo o Brasil. A empresa não poderá efetuar novos cadastros de divulgadores e nem mesmo efetuar pagamentos aos já cadastrados, sob pena de multa diária de R$ 100 mil a cada novo cadastro ou pagamento. A decisão veio de Rio Branco, no Acre, em decisão da juíza Thaís Khalil, titular da 2ª vara cível. A medida cautelar foi proposta para evitar que consumidores tenham um prejuízo maior e, em até 30 dias, o Ministério Público do Acre vai ajuizar uma ação civil pública.



Com denúncias feitas desde o início do ano, pelo Brasil, o Ministério Público do Acre foi o primeiro a ajuizar ação contra a Telexfree. A Promotora de Justiça Nicole Gonzalez Colombo Arnoldi, em trabalho conjunto com o Promotor Marco Aurélio Ribeiro, ingressou com medida cautelar preparatória de ação civil pública contra a Telexfree. O Ministério Público do Acre entendeu a gravidade da atuação da empresa, que mascara um golpe de pirâmide financeira como
marketing multinível, caminhando para uma situação insustentável que poderá causar prejuízos a uma infinidade de pessoas.



“O foco da Telexfree é o recrutamento de pessoas”, disse Nicole, “como é uma atividade que não tem sustentabilidade, na hora que não tiver mais gente para entrar, a cadeia quebra e as pessoas vão ficar no prejuízo”, explicou. O fato é que o MP do Acre foi o primeiro a ajuizar ação contra a Telexfree no Brasil e conseguiu não só a suspensão das atividades no estado, mas também em todo o país e até no exterior.



Segundo a Promotora, o Acre pode ter cerca de 70 mil cadastrados e, na hipótese de cada pessoa ter aderido ao menor plano, que carrega 10 contas VoIP, serão 700 mil contas para serem vendidas no estado. Se levar em conta os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2012, o estado tem 758,78 mil habitantes e, como muitos divulgadores aderiram ao plano com maior número de contas, “a conclusão é que existem no Acre mais contas para serem vendidas do que habitantes”, pontua Nicole.


O pedido do MP/AC, deferido pela juíza da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil, veda a inclusão de novos cadastros de divulgadores, bem como impede a empresa Telexfree de efetuar pagamentos aos divulgadores já cadastrados até o julgamento da ação principal, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.

Além disso, a Telexfree será multada em R$ 100 mil a cada novo cadastramento ou recadastramento. A juíza também determinou que a empresa deverá levar ao conhecimento de todos os divulgadores e pretensos divulgadores a existência da presente ação e o conteúdo da decisão.

Foi determinada, também, a indisponibilidade de todos os bens móveis, imóveis e valores existentes em contas bancárias e aplicações financeiras de propriedade da Telexfree e de seus sócios administradores, a saber, Carlos Roberto Costa e Carlos Nataniel Wanzeler. Além disso, a juíza determinou o bloqueio de valores existentes em contas bancárias e aplicações financeiras mantidas pela Ympactus Comercial Ltda, Carlos Roberto Costa e Carlos Nataniel Wanzeler, através de ofício expedido ao Banco Central.

O Ministério Público do Acre, por intermédio da Promotoria de Defesa do Consumidor e Promotoria de Defesa dos Direitos Humanos, foi o autor da medida cautelar preparatória de ação civil pública contra a Telexfree. A empresa tem cinco dias para apresentar sua defesa e 10 dias para recorrer à segunda instância.


Fonte: GGN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros - Divulgadores - Blogs Femininos

Os melhores links FEMININOS Colmeia: O melhor dos blogs Tedioso: Os melhores links Linkerama: Os melhores blogs da Internet estão aqui! Seus links em um só lugar! Fake - O agregador de links mais Original da Net EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Tecnogospel: Os melhores links evangélicos Clic+ Os Melhores Links da Internet para Você LinkLog Linka Blog Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Permissões

Você está autorizado a reproduzir e divulgar este material em qualquer formato, desde que informe o autor e a fonte, inclusive o nosso blog, sem alterar o conteúdo da matéria original e não utilizar para fins comerciais.

Importante

As opiniões e noticiais aqui divulgadas não refletem necessariamente nossa opinião. Por essa razão, as matérias polêmicas acompanham nossa opinião ao final da matéria. Nós divulgamos as notícias de forma imparcial, com o objetivo de que o leitor tire suas conclusões, porém, deixamos clara nossa posição pelo Genuíno Evangelho de Cristo.

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Seguir

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Recomendamos