Google+ Pastor John Maxwell fala sobre sua obra Os 5 Níveis de Liderança - Rabiscos de Deus - Romance de Aluisio Nogueira

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Pastor John Maxwell fala sobre sua obra Os 5 Níveis de Liderança

FotoPastor John Calvin Maxwell, 65 anos, é considerado, tanto no meio evangélico como no secular, um dos maiores especialistas em liderança no mundo. Autor de mais de 60 livros, a maioria esmagadora sobre liderança, e conferencista internacional, pastor Maxwell é um autor best seller, tendo vendido mais de 20 milhões de exemplares de seus títulos, que já foram traduzidos em mais de 50 idiomas. Maxwell nasceu em Garden City, no Estado de Michigan, EUA, em 1947. Ele graduou-se em Teologia no Ohio Christian University em 1969, fez mestrado no Azusa Pacific University e doutorado no Fuller Th eological Seminary. 

Atualmente, ele reside no sul da Flórida com a sua esposa Margaret. Ele dirige o Centro de Negócios e Liderança Maxwell, sediado na Universidade Wesleyana de Indiana. Durante mais de 30 anos, Maxwell tem liderado igrejas
em Indiana, Ohio, Califórnia e Flórida. Em 1995, ele chegou a deixar o pastoreio para se dedicar em tempo integral a ministrar em conferências e escrever. Porém, desde 2004, ele retornou ao ministério pastoral, liderando a igreja Christ Fellowship, em Palm Beach Gardens, na Flórida, Desde 16 de novembro de 2008, ele tem também servido como ensinador convidado na famosa Crystal Cathedral, em Orange County, Califórnia. Suas mensagens são transmitidas pelo programa de televisão “Hour of Power” (“A Hora do Poder”), para cerca de 20 milhões de espectadores. A entrevista que segue foi concedida originalmente ao pastor norte-americano Tony Morgan por ocasião do lançamento, nos Estados Unidos, do livro “Os 5 Níveis de Liderança”, do pastor John Maxwell. Pastor Morgan é diretor estratégico e fundador da TonyMorganLive.com. 

Ele é consultor técnico sobre liderança e escritor, dedicando- se a ajudar igrejas a terem um impacto maior na sociedade. Nesta entrevista, Maxwell fala sobre como surgiu a ideia do seu livro “Os 5 Níveis de Liderança” e da importância dos princípios nele contidos para o sucesso de líderes em geral, e conta ainda como Deus usou o pastoreio de igrejas para levá-lo a esses princípios que têm guiado todo o ministério de ensino de Maxwell sobre liderança, que é muito reconhecido, inclusive, secularmente.

O que levou você a escrever os cinco níveis de liderança?

No início de 1980, eu cheguei ao limite da minha produtividade como um líder. Eu percebi que precisava mudar o meu conceito do que leva ao desenvolvimento de líderes. Desde que liderança é influência, isso me fez pensar sobre a natureza da influência. O que emergiu desse estudo é o que eu chamei de os cinco níveis de influência, e que mais tarde foi renomeado para “5 Níveis de Liderança”. Eu comecei a usar esse estudo para ajudar outras pessoas a entender como funciona a influência e a começar a desenvolverem-se como líderes. Em quase 30 anos de ensino sobre os 5 Níveis de Liderança, gradualmente eles se tornaram a minha lição mais solicitada. E essa demanda levou- me a voltar ao tema e realmente cavar mais dele, para ver se ele poderia ser expandido em um livro. Para minha alegria, eu percebi que havia abundância de conteúdo, e que eu poderia ter escrito mais sobre ele do que eu fizera.

Jim Collins escreveu sobre “O nível 5” de liderança em “Good to Great”. O que Jim errou sobre este tema?

Eu não acho que ele tenha errado em alguma coisa. É apenas uma maneira diferente de olhar para os líderes. Sua hierarquia de cinco níveis é muito diferente dos meus cinco níveis de liderança. O que ele está realmente falando é de cinco níveis de contribuição ou de crescimento individual. E ele se concentra principalmente em seu nível 5, não se voltando muito para todos os outros níveis. Seus níveis também não são sequenciais. Resumindo: eu acho que Jim e eu só passamos a utilizar a mesma terminologia, mas em uma perspectiva diferente sobre o assunto. Meus cinco níveis não são apenas uma imagem de liderança, mas também o processo de como a liderança trabalha: é sobre como um líder começa com uma posição, então tem que obter permissão para conduzir, desenvolvendo relacionamentos; em seguida, ele tem que alcançar a produtividade, obtendo resultados com a equipe; isso garante a credibilidade para começar o desenvolvimento de pessoas para que outros possam alcançar seu potencial. Finalmente, no nível 5, no “pináculo”, está desenvolver líderes que desenvolvem líderes.

Você acha que é possível para qualquer pessoa se tornar um líder “nível 5”?

Qualquer pessoa? Potencialmente, sim. Na realidade, nem todos vão chegar ao nível 5. A liderança é difícil. É muito difícil desenvolver os líderes que podem desenvolver líderes que possam desenvolver outros em líderes de alto nível. Poucos podem fazer isso. É preciso muita habilidade, foco e uma dedicação de vida a esse propósito. A maioria das pessoas prefere produzir do que produzir líderes. 

O que fazer quando vemos alguém em nossa equipe que está preso em sua liderança? Qual é a nossa responsabilidade?

Se você é o líder, é sua responsabilidade desenvolvê-lo. Mas, se você quer realmente ajudá-lo a crescer (Nível 4), é preciso que você tenha trabalhado com ele com os outros níveis. Se eu sou um líder posicional (nível 1) e posso ver o problema, mas nada faço para ganhar o apoio (nível 2) ou alcançar a produtividade (nível 3), não vou poder ajudar porque eu não ganhei a credibilidade para falar à vida daquele líder. Se eu vou ajudá-lo, eu preciso ganhar influência sobre ele. De outra forma, eu posso ser uma parte do problema. Eu posso até ter o desejo de ajudar, mas não a credibilidade. 

Falando especificamente para os líderes da igreja, por que é que este tema é tão importante para as igrejas? 
Bem, os 5 Níveis nasceram em um ambiente de igreja, enquanto eu exercia meu ministério pastoral, em parte porque é um ambiente voluntário. É sempre mais difícil conduzir voluntários do que funcionários, porque você tem que ganhar influência sobre eles, se você espera que eles o sigam. Movendo-se nos níveis, um líder de igreja pode influenciar o seu povo mais e mais, e juntos podem avançar no Reino de Deus.

Outras matérias sobre John Maxwell: Saiba Mais, Clique aqui

Para adquirir o livro Os 5 Níveis da Liderança, clique aqui

Para adquirir o Mensageiro da Paz, clique aqui.
Para assinar o Mensageiro da Paz, clique aqui.
Para assinar a Edição Digital do Mensageiro da Paz, clique aqui.

Fonte: Mensageiro da Paz - Número 1530 - novembro de 2012, CPAD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros - Divulgadores - Blogs Femininos

Os melhores links FEMININOS Colmeia: O melhor dos blogs Tedioso: Os melhores links Linkerama: Os melhores blogs da Internet estão aqui! Seus links em um só lugar! Fake - O agregador de links mais Original da Net EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Tecnogospel: Os melhores links evangélicos Clic+ Os Melhores Links da Internet para Você LinkLog Linka Blog Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Permissões

Você está autorizado a reproduzir e divulgar este material em qualquer formato, desde que informe o autor e a fonte, inclusive o nosso blog, sem alterar o conteúdo da matéria original e não utilizar para fins comerciais.

Importante

As opiniões e noticiais aqui divulgadas não refletem necessariamente nossa opinião. Por essa razão, as matérias polêmicas acompanham nossa opinião ao final da matéria. Nós divulgamos as notícias de forma imparcial, com o objetivo de que o leitor tire suas conclusões, porém, deixamos clara nossa posição pelo Genuíno Evangelho de Cristo.

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Seguir

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Recomendamos