Google+ As boas coisas de Deus para nós - Rabiscos de Deus - Romance de Aluisio Nogueira

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

As boas coisas de Deus para nós

Texto: “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará” (Sl 23.1).

Foto
Introdução: Como é agradável uma boa viagem, uma boa recuperação física, uma boa refeição, um bom descanso, uma boa notícia, um bom amigo, um bom conselho.

1. Deus pensa coisas boas a nosso respeito
“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais”(Jr 29.11).

a. Deus está, através do profeta, dando ao seu povo uma palavra de ânimo numa hora difícil.Este texto bíblico está inserido no conteúdo da carta que Jeremias enviou a um grupo de exilados judeus na Babilônia.

b. O que Deus está pensando, planejando, a nosso respeito, é o melhor.O
diabo tem procurado muitas vezes dizer ao contrário, todavia podemos estar seguros de uma coisa: Deus pensa, planeja o melhor para nós. Foi assim quando o homem pecou. Deus planejou lá no Éden a nossa redenção em Cristo Jesus – “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gn 3.15).

c. Quem sabe você está vivendo o seu momento de exílio, de cativeiro, de desânimo, de lutas.Saiba que, ainda que a isto esteja acostumado, Deus está pensando algo bom, lindo, maravilhoso a seu respeito.

2. Deus prepara coisas boas para nós.
“mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”(1 Co 2.9).

a. “Preparas-me uma mesa...” (Sl 23.5).
b. “Vinde porque tudo já está preparado” (Lc 14.17).
c. “Vou preparar-vos lugar” (Jo 14.2).

O que Deus tem preparado são coisas que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e nem subiram ao nosso coração.

3. Deus nos dá boas coisas.
“Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?”(Mt 7.11).

a. Jesus está usando a figura do Pai em relação ao filho para mostrar o interesse de Deus em nos dar as coisas boas.

b. quantas coisas boas Deus tem para nos dar:sua paz, sua graça, seu amor, sua força, sua proteção, seu alento, sua esperança, sua vida.

c.As mãos de Deus estão cheias e estendidas para nós, e, com grande amor, ele nos diz: filho meu, quero abençoar você. Não precisamos viver de migalhas, Deus tem muitas coisas boas para nos dar. Ele quer nos abençoar com toda sorte de bênçãos espirituais em Cristo nas regiões celestes – “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” (Ef 1.3).

Conclusão: Tudo o que temos de fazer é nos achegarmos a Deus e nos apropriarmos de tudo o que é nosso em Cristo Jesus.

Autor: Messias Anacleto Rosa
Divulgação: estudogospel.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros - Divulgadores - Blogs Femininos

Os melhores links FEMININOS Colmeia: O melhor dos blogs Tedioso: Os melhores links Linkerama: Os melhores blogs da Internet estão aqui! Seus links em um só lugar! Fake - O agregador de links mais Original da Net EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Tecnogospel: Os melhores links evangélicos Clic+ Os Melhores Links da Internet para Você LinkLog Linka Blog Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Permissões

Você está autorizado a reproduzir e divulgar este material em qualquer formato, desde que informe o autor e a fonte, inclusive o nosso blog, sem alterar o conteúdo da matéria original e não utilizar para fins comerciais.

Importante

As opiniões e noticiais aqui divulgadas não refletem necessariamente nossa opinião. Por essa razão, as matérias polêmicas acompanham nossa opinião ao final da matéria. Nós divulgamos as notícias de forma imparcial, com o objetivo de que o leitor tire suas conclusões, porém, deixamos clara nossa posição pelo Genuíno Evangelho de Cristo.

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Seguir

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Recomendamos