Google+ Abrir franquia de reforço escolar custa a partir de R$ 15 mil - Rabiscos de Deus - Romance de Aluisio Nogueira

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Abrir franquia de reforço escolar custa a partir de R$ 15 mil

Foto


Franquias de reforço ou complemento escolar são oportunidades para quem busca empreender no mercado de educação. Quem tem afinidade com a área pode ter uma unidade com investimento inicial a partir de R$ 15 mil para o Kumon, Smartz School ou Tutores, e de R$ 39 mil para a Ensina Mais. O Método Supera tem unidades a partir de R$ 88 mil e a FasTracKids, a partir de R$ 139.530.


O Kumon, terceira maior rede de franquias do Brasil, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), é
exemplo de sucesso da área, com cerca de 1.700 unidades.

"Nossa forma de estudo autoinstrutivo promove o desenvolvimento de habilidades básicas de estudo em cálculo, leitura e interpretação", diz o diretor-presidente do Kumon América do Sul, Naoya Kitagawa. Trata-se de um método de estudo individualizado que busca formar alunos autodidatas, ou seja, capazes de aprender sozinhos.

O método foi criado no Japão, em 1954, pelo professor Toru Kumon, com o objetivo de ajudar seu filho a aprimorar seus estudos. Ele começou a desenvolver uma série de exercícios de cálculos, direcionando a criança a estudar de maneira autodidata, todos os dias, para superar seu nível de aprendizado. Percebendo as mudanças do garoto, os pais de outros alunos começaram a se interessar pela ideia e assim, nascia a primeira unidade do Kumon, em 1956, chegando ao Brasil em 1977.
Dificuldades de alunos motivou abertura de rede

A Ensina Mais, franquia de complemento escolar, nasceu da experiência da rede Prepara Cursos Profissionalizantes, de capacitação profissional. Como muitos alunos chegavam com deficiências na educação básica, Rogério Gabriel, presidente do Grupo Prepara, decidiu ampliar as opções de cursos, criando uma nova marca.

A aposta é num modelo pedagógico diferente do tradicional para oferecer conteúdos de português e matemática de maneira mais atrativa para os jovens. "O curso é presencial, com acompanhamento de professores, mas as aulas são digitais e interativas, no computador. É totalmente diferente da maneira que se aprende na escola", diz.

Antes da matrícula, o aluno faz uma avaliação e começa o curso a partir dos conteúdos que ele não conhece, independentemente da série em que está matriculado no ensino regular. "É útil tanto para quem tem dificuldade na escola, quanto para os alunos que vão bem, porque há uma mudança de postura. Quando o estudante vir aquele conteúdo que já aprendeu na Ensina Mais na escola regular, ele demonstra mais interesse porque já conhece", afirma Gabriel.
Rentabilidade é proporcional ao investimento

Claudia Bittencourt, diretora-executiva do Grupo Bittencourt, empresa especializada no desenvolvimento e expansão de redes de franquias, diz que o empreendedor deve avaliar se a franquia atende às suas expectativas de ganhos antes de optar por uma rede. "Essas franquias, em geral, têm investimento baixo e a rentabilidade também é menor. Porém, isso varia de acordo com o público a que são direcionadas", afirma.

De acordo com Bittencourt, se o franqueado pretende contratar mão de obra, não é necessário que ele seja professor ou pedagogo, exceto se isso for uma exigência da franqueadora, mas, assim como em qualquer outra franquia, é importante que ele tenha afinidade com a área.

Ela afirma que as deficiências da educação no Brasil não aumentam as oportunidades das franquias de educação, já que só paga pelo serviço quem tem condições financeiras. "As franquias de educação crescem no mundo inteiro. Os pais querem oferecer o melhor para os seus filhos e elas dão essa oportunidade."

Larissa Coldibeli
Do UOL, em São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Parceiros - Divulgadores - Blogs Femininos

Os melhores links FEMININOS Colmeia: O melhor dos blogs Tedioso: Os melhores links Linkerama: Os melhores blogs da Internet estão aqui! Seus links em um só lugar! Fake - O agregador de links mais Original da Net EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Tecnogospel: Os melhores links evangélicos Clic+ Os Melhores Links da Internet para Você LinkLog Linka Blog Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Permissões

Você está autorizado a reproduzir e divulgar este material em qualquer formato, desde que informe o autor e a fonte, inclusive o nosso blog, sem alterar o conteúdo da matéria original e não utilizar para fins comerciais.

Importante

As opiniões e noticiais aqui divulgadas não refletem necessariamente nossa opinião. Por essa razão, as matérias polêmicas acompanham nossa opinião ao final da matéria. Nós divulgamos as notícias de forma imparcial, com o objetivo de que o leitor tire suas conclusões, porém, deixamos clara nossa posição pelo Genuíno Evangelho de Cristo.

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Seguir

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Recomendamos